Município de Miracema discute o Plano Municipal de Educação
Publicado em: 03/11/2017 ás 12:37:00

Profissionais da Educação, Comunidade e diversos atores sociais de Miracema do Tocantins reuniram-se na I Audiência Pública para Avaliação e Monitoramento do PME - Plano Municipal de Educação, durante a quarta-feira, 01, onde discutiram sobre a aplicabilidade do PME, elaborado em 2015 para ser utilizado nos próximos 10 anos.

O Plano tem como principal objetivo atender a demanda educacional do Município. Suas metas e objetivos devem ser alvos de avaliações e monitoramentos periódicos para que sua utilização renda bons frutos na sociedade.

Sobre o evento, a secretária de Educação de Miracema, Silvia de Lima conta que o aspecto mais discutido sobre o PME em seus dois primeiros anos de execução, foi o fator financeiro, uma vez que, quando aprovado, a realidade política e econômica do país era outra.

Conforme a Gestora, o maior gargalo apontado pelo grupo foi quanto ao congelamento dos valores repassados pelo Governo Federal que acaba prejudicando a educação. O pouco investimento e o valor não atualizado refletem na execução do plano.

Mesmo com a dificuldade encontrada, a Prefeitura de Miracema tem conseguido caminhar e até o final de 2017 terá disponibilizado 31% dos seus recursos para Educação, mais do que determina o Governo Federal que fixa o valor de 25%. Além disso, o Município tem ficado atento ao diálogo com o servidor da educação quanto ao pagamento do plano de carreiras e piso. Outro fator importante é que mesmo sem receber o repassse integral referente à merenda e transporte escolar, a Prefeitura arca com os serviços para que não sejam interrompidos. Outra ação digna de comemoração foi a reforma de uma das creches que também está descrita no Plano.

A Secretária lembra ainda que a gestão do prefeito Moisés tem se destacado também, por cumprir a meta de consolidação da gestão democrática da escola, prevista no PME, a qual versa sobre a escolha direta de diretor da instituição de ensino por meio de votação da comunidade escolar, processo já iniciado no final de outubro quando foi lançado edital para o procedimento.

Notícias relacionadas