Equipes do CRAS e CREAS de Miracema participam de reunião técnica
Publicado em: 05/03/2018 ás 20:12:00

Nesta segunda-feira, 05, profissionais da Secretaria de Assistência Social de Miracema do Tocantins, que compõem as equipes do CRAS - Centro de Referência de Assistência Social e do CREAS - Centro de Referência Especializado de Assistência Social participam de reunião técnica para qualificação dos atendimentos à população. O CRAS é a porta de entrada da Assistência Social para as ações de proteção social para as famílias e pessoas em situação de vulnerabilidade social. A unidade oferta serviços, programas e projetos voltados para a prevenção de situação risco e de violação de direitos, também, o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários. Atualmente, o CRAS atende mensalmente, cerca de 300 pessoas/famílias.

Uma novidade que merece destaque é a implantação do CREAS no município, onde será realizado atendimento às famílias e pessoas que estão em situação de risco social ou tiveram seus direitos violados. Com isso, a população miracemense poderá contar com  mais uma unidade de atendimentos, agora, como uma equipe especializada para o atendimento de casos mais complexos, como: negligências contra idoso, abuso sexual de crianças, violência contra a mulher, exploração do trabalho infantil, dente outros situações.

Na reunião desta segunda, iniciada às 8h30 finalizada às 17h, foram abordados assuntos como, o Serviço de Proteção e Atendimento Especializado à Famílias e Indivíduos, Serviço de Medidas Socioeducativas em Meio Aberto, Serviço para Pessoas com Deficiência, Idosas e suas famílias, Abordagem Social, além do momento de diálogo entre os presentes. O período vespertino foi todo reservado para o estudo dos casos de violação de direitos já existentes no município.
Para Régila Barbosa de Melo, secretária adjunta da Assistência Social, “os atendimentos do CREAS são mais complexo, comparado aos casos atendido no CRAS”. Conforme a secretária de Assistência Social, Camila Fernandes, a expectativa é de que nos próximos 30 dias, o CREAS possa abrir suas portas à comunidade.

Notícias relacionadas